quarta-feira, 28 de julho de 2010

Meu querer ...

Quero ser mais do que um presente,
um instante sem sentido...
Um vago momento perdido
em uma lembrança inexistente.
.
Nada mais do que um olhar assustado,
entre olhares tristes, simples...
Ou entre um único olhar apaixonado!
.
Quero ser mais do que um toque,
um movimento apenas.
Um vasto jardim de flores pequenas,
e rosas... Puras e inocentes que, sem negar,
deixarei que me provoquem.
.
Quero eu, ser uma gota de mar,
que de grande beleza permanece noite e dia.
Um pingo de chuva, que o céu tende a derramar,
anunciando alegre verão que o doce sol se despedia.
.
Nada sou, por todo meu querer ...
Embora nada do que quero tenho à merecer!

Um comentário: