quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Tantos ligares em lugar nem um...


Enxergo as trevas em lugar de luz...
grito o silencio no lugar da voz.
Tenho asas em lugar de mãos...
sinto uma pedra no lugar do coração.
.
Sinto a dor em lugar de amor...
sinto o frio congelando meu calor.
Tenho tristezas em lugar de alegrias...
em lugar de sangue,
corre medo em minhas veias.
.
Sinto um oco no lugar da alma...
tenho ódio no lugar da calma.
Sinto cair uma seca lágrima...
enxergo o caminho, mas não sigo a caminhada.
.
Sinto o fogo em lugar de vento...
sinto a felicidade, morta, pelo sofrimento.
Respiro sombras em lugar de ar...
sinto minhas asas, mais não posso voar.
.
Enxergo o sol em lugar da lua...
sinto a noite, sempre, sempre escura.
Sinto a morte, á minha vida matar...
em lugar de tudo, não sinto nada.
.
Luan Kleyton

Nenhum comentário:

Postar um comentário